Dia Internacional da Língua Materna

«Quem tem a fortuna de falar como nós, uma língua aberta e franca, de sons perceptíveis, distintos e claros, de agudas, graves e esdrúxulas, nas convenientes proporções, sem demasia de vogais que a enervem, como o italianao, sem tropel de consoantes que a endureçam e arrepiem, como o inglês, tem licença, antes obrigação, de fazer dela um instrumento músico até na prosa.» António Feliciano de Castilho
                                                                       
                                                    Exposição patente na BE                                                 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Concurso Nacional de Leitura – Fase Distrital

Exposição de marcadores na BE da Secundária

Estatística da BE ESOH 2012/2013